Diários

O amor é uma escolha proposital e não um mero sentimento!

” Porque o amor de Cristo nos constrange, julgando nós assim: que, se um morreu por todos, logo todos morreram.
E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.”  2 Coríntios 5:14,15

Oi pessoal! Todas as vezes que me deparo com este trecho bíblico eu o analiso por segundos, minutos, horas, durante dias!

Recentemente, eu havia preparado uma palavra para ministrar no Pequeno Grupo que lidero junto com uma amiga, porém percebi algo interessante acontecendo: tudo o que lia me levava a outro tema. Foi quando eu resolvi sem hesitar guardar aquela palavra para uma próxima ocasião e logo me dediquei a estudar aquilo que o Senhor estava colocando diante de mim de diversas formas. (PS: Então fiz desse estudo minha mensagem para o PG desta semana do dia 27/04/16).

Ele me chamava para uma profunda análise sobre: O meu egocentrismo!

 egocentrismo
substantivo masculino
  1. 1.
    qualidade, condição ou caráter de egocêntrico; egoísmo.
  2. 2.
    psic conjunto de atitudes ou comportamentos indicando que um indivíduo se refere essencialmente a si mesmo.

Eu achava que esse fosse um dos menores males a ser tratados por Deus em mim. Sempre pensei: Eu não sou egocêntrica! Isso acontece porque eu acho que AMO tendo como base o padrão de amor que eu conheço! Todavia, quando eu olho para o padrão de amor descrito em 1 João 4: 7 a 12 que diz:

“Amados, amemo-nos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.
Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.
Foi assim que Deus manifestou o seu amor entre nós: enviou o seu Filho Unigênito ao mundo, para que pudéssemos viver por meio dele.

Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou seu Filho como propiciação pelos nossos pecados.
Amados, visto que Deus assim nos amou, nós também devemos amar-nos uns aos outros.
Ninguém jamais viu a Deus; se nos amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor está aperfeiçoado em nós.”

minhas auto-avaliações começam a mudar!

Being-a-good-Example-Blog-

Quando nascemos, nós somos apresentados ao amor humano e nos contentamos em ser amados por ele, sem nos dar conta de quão raso ele é. Porém, em certos momentos de nossas vidas, nós somos arrebatados por um novo padrão/forma/tipo/definição de AMOR!

“Só Deus sabe conjugar amor
Afinal, é o próprio verbo amar” (Marcela Taís)

Ele é o próprio amor que tomou forma de homem para nos ensinar como amar segundo a sua maneira! 

Mas, para amarmos como Jesus nos ama, precisamos decidir em nossos corações, estar dispostos a pagar o preço, constantemente haja o que houver pela frente!

O amor que Cristo nos ensina exige que nós nos tornemos SERVOS como Ele, LÍDERES muitas vezes, mas líderes diferentes ( “E qualquer que dentre vós quiser ser o primeiro, será servo de todos.” Marcos 10:44 ) e que acima de tudo consideremos os outros SUPERIORES a nós mesmos (Filipenses 2:3).

Isso significa que a necessidade do outro sempre virá antes da minha, bem como a satisfação dele, a alegria dele e etc!

Em nada eu me considero prioridade quando escolho amar como o Senhor.

Se quisermos ser parecidos como Jesus em nossa forma de amar, devemos tomá-lo como exemplo único, suficiente e incentivador para isso. Devemos resgatar em nossas mentes a seguinte cena descrita em Sua Palavra:

” De fato, no devido tempo, quando ainda éramos fracos, Cristo morreu pelos ímpios.
Dificilmente haverá alguém que morra por um justo; pelo homem bom talvez alguém tenha coragem de morrer.
Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores.” Romanos 5:6-8

Quando Cristo olhou da cruz para baixo, Ele não encontrou pessoas maravilhosas que o amariam incondicionalmente! Ele não encontrou em troca de seu sacrifício um amor unânime e expresso em uma só voz! Ele encontrou em grande maioria, rejeição! Mas ainda sim, ele escolheu NOS AMAR!

Nossos relacionamentos modernos nos transmitem uma ideia de relação de consumo, onde eu escolho amar alguém porque serei amada de volta. Entretanto, Cristo nos chama para AMAR com o seu amor sacrificial, e isso implica não esperar NADA em troca!

principios

Por fim, quero  deixar para nossa meditação uma frase que ouvi no congresso em minha igreja, dita por um Pastor e Teólogo convidado, o qual conduziu a pregação no domingo pela manhã. Este disse em um certo momento:

” Represente Cristo antes de apresentá-lo a alguém!”

Sendo assim, se quisermos verdadeiramente representarmos Cristo, devemos decidir amar como Ele amou!

Lembremo-nos sempre: ” Nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro.” 1 João 4:19

PS: Se você tem algo a contribuir neste post, ou deseja acrescentar um item nesta lista, deixe seu comentário! Eu adoraria ouvi-lo (a)!

Postado por: Jessica Rabelo perfil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s